Ponte Preta - Nossa Senhora Aparecida

Histórico da comunidade

Nossa capela foi construída pelo Sr.Joaquim Resende, uma capela pequena, feita de tijolos, forrada com assoalho de madeira,e ele carregava os materiais de construção no lombo do cavalo e no carro de boi.

Rezava-se o terço cantado, e os rezadores eram: Juca Borcão, Brasilino, João Valentin, Julio Fernandes, Lazaro Virício, João Madeirão, José Madeira, Ana Tereza, João Marcelino, etc...; Eles aumentaram a igreja, fizeram um coreto para leilão. O sacristão era José Maria Terra, que buscava o Frei Lauro, à cavalo para celebrar as missas.

Nos sábados tinha confissões e havia o confessionário de madeira , no domingo era a missa, e ó comungava quem tinha se confessado. A celebração era um jejum, de mês em mês, mas depois passou a ser de dois em dois meses.

No mês de maio, mês de Maria, somente as meninas vestiam de anjos, as meninas maiores vestiam de virgens, as vestes eram brancas, colocavam asas e coroas, os cânticos eram as mulheres que cantavam (Maria Vieira, Maria Gloria, Jovita Vieira...).

A Via-Sacra era rezada de joelhos, havia também casamentos, batizados,primeira Eucaristia. O leilão que fazia na comunidade era para arrecadar dinheiro para comprar tecido de cetim para o altar, velas, e a iluminação era de lampião, as pessoas vinham de muitos bairros vizinhos, era muita gente. Também tinha na nossa capela uma cisterna, de 40 metros de profundidade, e água era retirada com uma corda e um balde. Tinha um enorme sino, que batia três vezes antes de começar a s celebrações.

O povo tinha muito respeito e fazia muito silêncio nas celebrações.

José Maria Terra (Zé Mané), nasceu em 1903, e faleceu em 1985, sua esposa era Geralda Dorvina de Jesus. Havia também uma outra igrejinha, numa quarta de terra, doada por Joaquim da Silva para a nossa comunidade Nossa Senhora Aparecida, em 1920.

Lindolfo Silva fez a igrejinha mal feita, por isso mais tarde ele á refez novamente, onde havia celebrações raramente, mas também ouve casamento, batizado, procissão de uma igreja para outra para pedir chuva e outras intenções.

Nessa igrejinha havia duas imagens de Nossa Senhora Aparecida, conta-se que , a atual imagem da igreja foi quebrada(não se sabe direito), e então levou uma imagem da outra igreja, para a nossa igrejinha em procissão. Em 1940,nossa comunidade recebeu uma doação de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, doada por Victor Fraissat de Almeida e Janete Araújo Fraissat de Almeida, isso foi no dia 10-03-1940, então nós devolvemos a outra imagem em procissão novamente.

Em 1990, a igreja foi fechada, doando então as imagens para Irene Sanches e João Podadeira. Houve um tempo que a comunidade fazia festa de São Sebastião, e os Frei que estavam aqui naquela época, que ajudavam. Rezava o terço de São João, Santo Antonio e São Pedro e era muito animado, quem rezava o terço cantado era o Justo,Julio Luiz, Adacio Valeriano e João Domingos, junto com as mulheres.Cantavam no coral, Zilda, Nilza, Iraci, Ines, Maria Batista...;

No tempo em que houve a primeira festa, Frei Francisco e o Frei Raul, fundou na nossa comunidade o conselho do bairro. Teve como presidentes, Onofre Canuto da Silva, José de Melo Terra, José Canuto da Silva, Sebastião Piza, Benedito José da Silva, Higino Antonio da Silva, Pedro Sanches da Silva e Valter Mariano dos Santos, que é o atual hoje em dia.

Em 1980 iniciou os cursos de cristandade, os ministros vinham da cidade para celebrar a palavra todo o sábado, tinha também as irmãs.(Paulo Afonso, Professor Paulo, José Benedito, Grisiel, Tarcisio,etc...).

Nasceu a coordenação, e os ministros, João Podadeira, Zilda, Antonio Terra, José Terra, Irene, Orlando, Donizete Terra, Pedro Sanches, Sebastião Piza, Tereza e Zilda...;

Então inicou a catequese e a crisma, e os catequistas eram: José, Pedro Paulo, Ines Olimpia, Maria das Dores(Maria do Vito), Jovita,Tereza Piza, Maria Aparecida, Celina Aparecida, Silvana, Maria José, Maria Evanda, Valter, Rejane, Nilvanda, Lucas,Vera, Dita, Rosineide, Delmira...;

O movimento da Mãe Rainha começou no dia 18 de junho de 1996, com os seguintes membros: Tereza e Sebastião Piza, Cacilda e Jair, Irene e Pedro, Maria José e José, Lucia e Franciso.

Aqui também teve um tempo, a Renovação Carismática, havia palestras,retiros, encontros de formação, terço da misericórdia, noite de louvor, dia de louvor, manhã de penitência, orações nas casas dos doentes, dia de interceção...e os coordenadores foram: João Pepe, João Branco, José Madeira, Zilda, Tereza, Tião Piza, Antonio Terra, Nilza, Odair Maria, Rita, Celina Lopes, José, Maria José, José Terra, Iraci e Rodolfo.

Pastoral dos noivos: Regina e Carlos, Higino e Rosineide

Pastoral do Batismo: Valter e Ana.

Pastoral do Dízimo: Silvana, Toninho Sanches, Orlando Donizete da Silva, Olisivaldo, Valdenir, Zé Carlos, Valter, Higino, Rosineide, Maria Aparecida, Dorval, Messias, João Valentim.

No ano de 1989, foi a chegada dos padres Francisco e Guaraciba, com a chegada deles na nossa comunidade, eles organizaram melhor a coordenação e as pastorais, começou nova formação de catequistas, e no mesmo ano também aconteceu as Santas Missões Redentoristas, depois mais pra frente teve as Missões Populares, e no ano de 2004 teve as Missões Redentoristas novamente.

Atualmente nos dias de hoje, as pessoas que compõem o coral são: Valdenir, Ednaldo, João Valentim, Maria Augusta, Maria José, Celina Lopes, Elza, Taysa, Fabiana, Mirella, Rafa, Geovana, Flavia, Karina;

A família do José Podadeira, sempre faz a limpeza da igreja, e também cediam água através de um poço e uma bomba por muito tempo, agora a água vem da associação.

A energia elétrica vinha do Francisco(Chiquinho), hoje graças à Deus temos transformador.

A nossa equipe atual esta lenta, não tem grandes movimentos, grandes números de pessoas, mas estamos caminhando com a graça de Deus. Estamos vivendo as Santas Missões Populares, precisamos renovar os corações dos cristãos, ressucitar o cristo vivo em cada pessoa, a alegria de ser filho de Deus, precisamos testemunhar a nossa Fé, a nossa esperança, abraçar a nossa igreja, com amor, ardor, honra e Glória.

Que Deus nos ilumine e nos abençoe, louvado seja Deus!!!! Amém!!!

  • site-pascom.jpg