Bênçãos dos pãezinhos é realizada na missa do dia de Santo Antônio na Matriz

DSC 0690

No dia em que a Igreja celebra o dia de Santo Antônio, 13 de junho, aconteceu na Matriz uma missa especial com a benção dos pãezinhos doados pela comunidade, e que foram entregues a algumas entidades da cidade.

Quem praticar a vontade do Pai será grande no reino dos céus, quem praticar aquilo que aprendeu de Jesus, também será chamado filho de Deus. Jesus revela a Misericórdia de Deus. Por maior que seja o nosso pecado, o nosso sofrimento, Deus nunca vai nos abandonar. É claro que todo ato gera uma consequência e de alguma forma vamos experimentar essas consequências da nossa atitude. Mas se amamos a Jesus queremos fazê-lo feliz e fazemos a vontade do Pai e em tudo vivendo o amor, seremos felizes. Assim o Padre Pároco José Milton dos Reis iniciou sua homilia durante a Santa missa. “Ser o maior é ser de Deus, e não há nada maior que Deus. Quem consegue compreender a grandeza e bondade de Deus é capaz de ser fiel no amor, o qual exige doação total. E, Santo Antônio, um jovem de família rica queria também ser importante, queria saber de tudo, queria ser um grande intelectual, queria ter poder, ser forte e corajoso. E de fato era um homem inteligente, esperto e ambicioso, consegue entrar numa das maiores faculdades. Mas no decorrer de sua caminhada, ele percebe que para ser um grande homem precisa acolher Jesus, porque só Ele pode dar tudo o que se precisa e busca. Antônio foi um mestre e um doutor que despojou de todo seu projeto e ambição e se fez um irmão pobre de Assis. Se apresenta como um mendigo, homem humilde simples, que na prática do amor vai junto com Francisco de Assis descobrindo a beleza do amor de Deus e as maravilhas que Ele faz em sua vida.

Ele comenta que Santo Antônio faz experiências maravilhosas e Deus através dele fala com seu povo e aponta caminhos. Ele era um grande pregador e as pessoas se encantavam com suas pregações. Quando ele morreu, o povo não dizia: morreu Antônio e sim morreu “o santo”. Não fez grandes coisas, mas ensinou a verdades sobre Deus se esforçou para viver como filho de d’ele, ensinando as pessoas com pequenos gestos a vivenciarem o amor, auxiliou os que precisavam e foi aos poucos mostrando que é possível conquistar a verdadeira felicidade e responder o chamado de Deus para a eternidade.

Padre José Milton conta ainda que Santo Antônio tinha uma grande paixão por Jesus e certa vez rezando o rosário disse que queria pegar Jesus no colo como Maria teve e, numa daquelas orações profundas de Santo Antônio ela entrega o menino Jesus. Alguém vendo que era tarde e as luzes acessas vão vai Antônio e pela fresta da porta enxerga ele com o menino Jesus no colo. Padre Milton contou ainda outra história muitos zombavam de Antônio e ele foi pregar ao lado do rio e milhares e milhares de peixes vieram à beira da praia e ficaram saltando, o povo vendo que até os peixes escutavam ele se converte e muda. Ele disse ainda que certa vez falando da adoração do Santíssimo, um grande fazendeiro zombou dizendo que como pode Deus estar presente nesse pedacinho de Pão. Antônio disse a ele, você não acredita, mas, até os animais acreditam. E propôs um acordo. Deixe sua mula sem comer e na próxima celebração traga-a. O fazendeiro zombando trouxe a melhor comida que podia e quando fazendeiro entra com a mula faminta em direção ao feno, Antônio entra com o ostensório e a mula dobra o joelho e não se alimenta. Somente depois que ele termina oração, a mula se levanta e vai comer o feno. O povo todo se encanta e Santo Antônio convida o povo a conversão e dizendo se os animais são capazes de corresponder porque nós não podemos corresponder esse grande amor e Jesus. O Jesus que se faz presente num pedacinho de pão. Como pode o homem e a mulher se fechar a esse amor misericordioso? Finalizando padre Milton pedir que Santo Antônio interceda por nós e nos ensine a viver no segmento de Jesus, amando e tendo a mesma confiança que Ele tem em Deus levando Ele as pessoas para que elas possam fazer maravilhas em nossa vida e daqueles que colocou em nosso caminho. Que não nos falte o pão de cada, que nos ensine a confiar na misericórdia de Deus e na providência divina, diante de nossas fraquezas e da maldade do mundo para que um dia possamos chegar até junto de Deus no céu.

No mesmo dia, também a comunidade do Alto do Anjo, celebrou um terço em homenagem a Santo Antônio.

Por Vânia Abdala

Missa de Santo Antônio e Bênção dos Pãezinhos - Igreja Matriz São José

Terço de Santo Antônio - Comunidade São Benedito e Santo Antônio, Alto do Anjo

  • banner1000x120.jpg
  • capela.jpg
  • site-pascom2018.jpg