Solenidade de Pentecostes e rito do Círio Pascal

DSC 8542No domingo 04 de junho, aconteceu na Igreja Matriz São José de Muzambinho a Solenidade de Pentecostes e rito de apagar o Círio Pascal.

O Dia de Pentecostes é o momento onde toda a Igreja Católica comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo, cinquenta dias depois da Páscoa, data instituída como a da ressurreição de Jesus Cristo. Para a Igreja Católica de todo o mundo, Pentecostes é uma das datas mais importantes do Calendário Litúrgico, juntamente com a Páscoa e o Natal.

Na solenidade de Pentecostes, Pe Leandro José Melo nos exortou que “a festa de pentecostes passa a ser a festa da lei. Não queremos só relembrar a Páscoa dos Judeus, mas entender que somos portadores desta nova lei. Esta lei é o Espirito Santo, e sob ele a igreja deve viver.”
Destacou também que não existe uma outra força, outro espírito que deve nortear, gerar e governar nossa vida e salienta que “hoje a igreja do mundo inteiro se reveste de vermelho, isto para reacender os dons do espirito santo e nesta força vivificadora, formar um só corpo.”

Finalizando Padre Leandro nos diz "portanto queremos uma igreja em saída, que se alegra com os que se alegram, que chora com os que choram, assim vivemos com vigor aquilo que professamos na santa liturgia."

Encerrando a celebração aconteceu o rito de apagar o Círio Pascal. No dia de Pentecostes, ao fechar-se o Tempo da Páscoa, o Círio é apagado, este sinal nos é tirado, também porque, educados na escola pascal do mestre Ressuscitado e cheios do fogo dos dons do Espírito Santo, agora, devemos ser nós, “Luz de Cristo” que se irradia, como uma coluna luminosa que passa no mundo, em meio aos irmãos, para guia-los no êxodo em direção ao céu, à “terra prometida” definitiva.

Por Thiago Ribeiro 

  • banner1-1000X120.jpg
  • banner3-1000X120.jpg
  • banner_1000X120_São_Francisco.jpg