Alto do Anjo - São Benedito e Santo Antônio

Nome da comunidade: São Benedito e Santo Antônio 

Endereço da comunidade: Praça São Benedito.

Nome coordenador: Cecília Inês Casagrande Bócoli Telefone

Vice-coordenador: Helena de Fátima Pereira

Dias horários da celebração da palavra: Todo 2º, 4º e 5º domingo de cada mês, às 17:30h na capela e todo 2º domingo do mês, às 15:00h, na capela da vila Vicentina.
Dias e horários da celebração da Santa Missa: Todo 1º e 3º domingo de cada mês, às 17:30h.
Dias e horáros de reunião de CPC: Toda 1º segunda-feira de cada mês, às 19:30h, na igreja.

Histórico da comunidade

Os primeiros relatos sobre a história da capela são benedito e santo Antônio da dona Maria Augusta Parisi, ela conta que veio morar no bairro do alto do anjo, onde está situada a capela, em 1956 e que existia uma capelinha muito velha, em condições precárias. Então os moradores do bairro decidiram arrecadar fundos para construir uma nova capela. Fizeram festas animadas com catiras, caiapós, congadas dentre outros. Foi demolida a capela antiga e construída no mesmo local no ano de 1964 a capela são Benedito. Paulo Norberto conta-se que frei Constâncio usou o automóvel jipe da paróquia para ajudar na demolição da capela que existia no local. Dizem que ele amarrava uma corda nas paredes e a prendia no jipe, e puxava até derrubá-las.

Dona Maria parisi relata que um senhor negro, que tinha sido escravo, chamado Eugenio e era muito devoto de são benedito, cuidava da antiga capelinha, e que no mês de maio ele rezava o terço e sempre trazia congadas, caiapós.

Outros membros da comunidade contam que se lembram da época que havia a reza do terço todos os dias no mês de maio e que a capela ficava cheia.

Em 1989 aconteceram as missões redentoristas, quando a cidade foi dividida em comunidades e subdividia em setores. A partir daí determinou que era necessário um coordenador para cada comunidade. O primeiro trabalho de coordenação ficou a cargo do Sr. Antônio José de Carvalho e no ano seguinte, em janeiro de 1990, Maria aparecida silva, que disputava o cargo com mais dois candidatos, foi eleita a nova coordenadora da comunidade, ficando até janeiro de 1993. Nessa ocasião apenas um candidato se apresentou para o cargo de coordenador, o Sr. Francisco Malaquias, que permaneceu como coordenador até o ano de 1995. Depois disso devido as dificuldades de encontrar uma pessoa só para assumir o cargo, um grupo de quatro pessoas assumiram juntos a coordenação, são eles: Walter Martins, Marco André Bócoli, João Esaú dos santos e Laudices Goulart dos Reis. Esse grupo ficou até o final de 1996.

Em janeiro de 1997 Fábio David Bócoli assumiu a coordenação permanecendo no cargo até dezembro de 1999. Em 1997, por decisão do Padre Francisco e Padre Guaraciba foi introduzido um novo padroeiro, o santo Antônio. No ano de 1999 aconteceram também a santas missões populares na comunidade.

Em janeiro de 2000, a senhora Regina Helena de Oliveira passa a ser a nova coordenadora da comunidade até o ano de 2002.

Em 2002, a senhora Jacira Almeida assume a coordenação e continua seus trabalhos até 2004. A partir daí Donizette Botelho toma posse de coordenador da comunidade e permanece até o ano de 2011. Em novembro de 2011, senhora Cecília Inês Casagrande Bócoli passa a ser a nova coordenadora da comunidade, na qual permanece até os dias de hoje.

Ao longo desses anos a capela passou por várias reformas como troca de telhado, forro, aquisição de bancos e obras de manutenção como pinturas e outros. Sempre eram realizadas festas muito animadas para arrecadar recursos. As barracas eram feitas com muitas dificuldades, de bambu e lona, porém existia um grande número de pessoas dispostas a doarem seus serviços para que essas festas acontecessem.

A catequese da comunidade sempre foi considerada modelo, devido ao bom trabalho de coordenadores e catequistas.

Algumas pessoas da comunidade contam que na década de 90, havia também um grupo de jovens muito animados que organizavam teatros dentre outros.

Hoje a comunidade conta com equipe de liturgia, canto, dízimo, meces, crisma, catequese, pastoral da criança, membros do apostolado da oração, membros da pastoral da esperança, zeladoras da mãe rainha e vicentinos.

Neste ano de 2015 pretende-se dar continuidade ao trabalho já existente e tentar corrigir falhas e erros que possam estar impedindo o crescimento. Pretende-se também aprofundar os conhecimentos dos agentes de pastorais sobre a nossa igreja, promovendo estudos em grupo sobre vários assuntos práticos, pois, percebe-se que existe uma grande carência neste sentido.

  • site-pascom.jpg